MEI 2019 – Simulação de Empréstimo (passo a passo)

O Microempreendedor Individual (MEI) é um regime tributário destinado a empresas que possuam apenas um proprietário, até um colaborador e faturamento de no máximo R$ 81000,00 anuais, ou seja, R$ 6750,00 mensais.

Além das vantagens tributárias o MEI tem acesso a linha de créditos próprios com vantagens exclusivas criadas especialmente para esse tipo de empresas. É importante lembrar que esta linha de crédito deve ser aplicada como capital na empresa e não ser utilizado para finalidades pessoais.

Vantagens e Desvantagens na obtenção de empréstimos para MEI

Embora as instituições bancárias ofereçam melhores condições para o fornecimento de créditos para Microempreendedores Individuais é preciso analisar se esta é a opção ideal no momento e se essa atitude irá ajudar a alcançar os seus objetivos.

Um empréstimo é uma obrigação a longo prazo onde normalmente serão pagos juros que representarão uma parte considerável do valor adquirido, por isso é preciso avaliar se este investimento dará o retorno não somente do capital pego em dinheiro, mas também do total a ser pago.

Além de que ao adquirir um empréstimo o orçamento da empresa estará comprometido por muitos meses e o não comprimento com as obrigações das parcelas irá acarretar na negativação do CNPJ.

Documentos Necessários para aquisição de Empréstimos MEI

Normalmente são necessários para aquisição de empréstimos para o Microempreendedor Individual a apresentação dos seguintes documentos:

  • Certificado de Microempreendedor Individual;
  • Declaração Simplificada emitida pela Junta Federal;
  • Comprovante de endereço da empresa;
  • RG do empresário
  • CPF do empresário;
  • Cartão CNPJ.

Cuidados ao se adquirir um empréstimo

Antes de adquirir um empréstimo é necessário ter cautela e buscar sobretudo informação e planejamento.

Um dos pontos mais importantes a ser analisado é o quanto do valor do faturamento será destinado ao pagamento das parcelas e a proporção do comprometimento financeiro deste custo.

Por esse motivo é necessário elaborar o planejamento financeiro a longo prazo, isto pode ser realizado através de planilhas ou programas específicos, onde serão incluídas as despesas fixas e variáveis, além dos custos e média de receitas, considerando a flutuação de rendimentos sazonais de determinados tipos de negócios (Por exemplo, sorveterias tem queda considerável no faturamento no inverno, por isso devem reservar capital nos meses anteriores para arcar com valor do empréstimo). Somente após realizar a análise financeira deve-se ir atrás da aquisição de crédito.

Outra questão importante a ser levada em consideração é realizar o comparativo das taxas de juros efetivos oferecidas pelas instituições bancárias, com a busca de informações e realização de simulações é possível pagar bem menos pelo mesmo valor obtido.

Além, é claro, de separar as despesas pessoais das organizacionais, por isso o empréstimo obtido no CNPJ deverá ser investido inteiramente na empresa e visar a obtenção de lucro.

Um último conselho é avaliar a credibilidade da instituição fornecedora do empréstimo, instituições sólidas, reconhecidas e com boas referências são as mais indicadas.

Instituições bancárias que oferecem empréstimos para MEI

Banco do Brasil

O Banco do Brasil oferece uma opção específica de empréstimo destinadas a micro empresas chamado Microcrédito Produtivo Orientado e o foco é para empresários que buscam investir em capital de giro para seu negócio. A quantidade de parcelas varia entre 2 a 15 meses.

Para aquisição do crédito o CNPJ não pode possuir dívida superior a R$ 40000,00 no Sistema Financeiro Nacional.

É possível simular este empréstimo em:

https://www.bb.com.br/pbb/sustentabilidade/negocios-sociais/microcredito-produtivo-orientado e obter outras informações pelo SAC do banco 0800 729 0722.

Caixa Econômica Federal

A Caixa oferece o Microcrédito Crescer, que é destinado a Microempreendedores Individuais que desejam investir em crescimento do negócio. O valor adquirido pode ir de R$300,00 a R$15000,00 e pode ser pago em até 24 meses.

Para obter o Microcrédito Crescer é necessário:

  • Ser MEI;
  • Sócio possuir mais de 18 anos ou ser emancipado;
  • Possuir conta na Caixa;
  • Não possuir pendências no CNPJ

Você pode obter mais informações no link a seguir e realizar simulações em qualquer agência caixa:

http://www.caixa.gov.br/empresa/credito-financiamento/crescer

Banco Santander

O Banco Santander possui a linha de empréstimos Prosperar, os clientes são em sua maioria autônomos ou microempreendedores individuais que buscam alternativas para o crescimento de seus negócios.

Para realizar uma simulação basta ir a uma agência ou agendar uma visita pelo site: https://www.santander.com.br/campanhas/microcredito

O banco também oferece atendimento pelo SAC 0800 762 7777.

Com as informações suficientes para realizar as simulações da aquisição de crédito para sua empresa e incluí-lo em seu planejamento é possível investir para que o negócio prospere ainda mais e fortifique o que já foi construído.

Quantas Estrelas Vale Este Artigo?

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)

Loading...

Está página foi lhe útil? Por Gentileza Compartilhe. É muito importante para nós!